Lugar distante
Numa rua tão deserta
Tinha um cemitério antigo
E uma catacumba aberta

Lugar distante
Numa rua tão deserta
Tinha um cemitério antigo
E uma catacumba aberta

Dentro cova tinha pano de caixão
Tinha osso de defunto cravejado o coração
Raspas de vela, 7 novelos de linha
Tinha cadeado velho e tinha sangue de galinha
E dentro da cova, tinha um vulto ajoelhado
Era Maria Padilha trabalhando com o diabo

E vem serrar a madeira
E vem serrar a madeira
E vem serrar a madeira Maria Padilha
E vem serrar a madeira


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.